Festival de Arte Digital en Belo Horizonte

Fechas
Viernes 5 de octubre ’12 - 3:00 hs.

Belo Horizonte, Brasil. Do dia 05 ao dia 16 de novembro de 2012.
Festival de Arte Digital – FAD
contato@festivaldeartedigital.com.br
http://www.festivaldeartedigital.com.br

 

Agenda completa do Festival

 


 

O Festival de Arte Digital – FAD é um projeto sobre a exploração inventiva de novas tecnologias no campo da arte e da comunicação. Um dos eixos do festival é a exibição de instalações audiovisuais, performances e demais apresentações, que privilegiam a arte eletrônica produzida por máquinas e softwares por meio de mídia digital. O festival também contribui para a formação de jovens criadores através de simpósios, workshops e palestras ministrados por artistas nacionais e internacionais.

Ações como as do FAD vêm promovendo o crescimento da criação e exibição no Brasil de trabalhos experimentais de arte criados a partir de tecnologia digital. Pioneiro do gênero no estado, desde 2007 o festival cumpre o papel de gerar programas de conteúdos culturais diversos, promover o acesso da população a novas tendências e manifestações artísticas, além de divulgar e contribuir para a formação de novos talentos e conceitos. Assim, o FAD oferece ao público o melhor da produção brasileira e internacional, contribuindo para o incentivo à exibição e propondo uma reflexão sobre a nova produção de arte eletrônica em Minas Gerais, no Brasil e no mundo.

 

 

O festival também tem como meta primordial a questão da acessibilidade à informação e ao conhecimento, entendendo que a complexidade dessa questão passa pela popularização não apenas dos suportes, mas de seus conteúdos, códigos e linguagens.

É dividido em diversos módulos e atividade como se pode ver abaixo.

FAD PERFORMANCEDias 5 e 6 de Outubro
FAD LABORATÓRIO - Dias 5, 6 e 7 de Outubro
FAD SIMPÓSIODia 5 de Outubro
FAD GALERIA - De 5 de Outubro a 16 de Novembro

Contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012 – Galpão 5/ Funarte MG, começa no dia 5 outubro, o 6º Festival de Arte Digital – FAD 2012. Neste ano, dentre as novidades, está a parceria com o Momento Itália/Brasil – MIB, que permite o intercâmbio de artistas italianos e brasileiros. A programação, que tem como tema as Interfaces Relacionais, conta com diversas performances nos dias 5 e 6.

Sempre no período noturno, as performances exploram a mistura de movimentos, sons, paisagens, imagens, sensações e improvisações nas relações humanas e o uso das novas tecnologias. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos 30 minutos antes de cada apresentação.

Dentre os destaques: O trio formado por Luke Bennett, Baris Hasselbach e Simon Krahl (Alemanha/França) – o Transforma apresenta duas performances diferentes.

No dia 5 de outubro, sexta-feira, o Asynthome. Quando o público poderá acompanhar toda a criação de conteúdo (imagens e sons) que são desenvolvidos em tempo real. A narrativa se desdobra através de uma iconografia visual que sugere mitologias de criação. Luzes emergem da escuridão do palco; “montanhas” são tiradas de um tanque de líquido preto; formas orgânicas aparecem como se fossem vistas através de um microscópio. O efeito dessas imagens, estilizadas e projetadas, é alterado pela visão dos elementos que se desenvolvem de forma aleatória no palco.

No dia 6 de outubro, sábado, é a vez de Operators. Em vídeos gravados em estúdio, o Transforma e o artista sonoro Markus Hübner criam um fluxo de sons e música, na qual se mistura o artificial com a realidade. O resultado é o seu próprio making off.

Fernando Velázquez & Francisco Lapetina trazem do Uruguai, Acidente. Uma viagem pelo universo cultural de Brasil e Uruguai que resulta em sete movimentos, mostrando que o imaginário extrapola os limites físicos.

Marcando a parceria com o Momento Itália/Brasil – MIB, a italiana Francesca Fini apresenta Blind. Uma mistura de body-art e design interativo que possibilita uma interação com a plateia através de sons e visuais interativos.

Haverá ainda, Storm, do brasileiro Luiz Duva, e Torções, de Marcelo Kraiser, Marco Scarassatti e Izabel Stewart.

A programação do FAD conta também com o FAD Laboratório. São três oficinas gratuitas, realizadas no período de 5 a 7 de outubro. Carol Araújo, de Belo Horizonte, ministra a oficina de “Construção de Theremin de Luz”, na qual os participantes constroem seu próprio instrumento sonoro, através de conceitos e da utilização de um sensor LDR (fotosensível). O paulista Cláudio Miklos terá como tema “Arduíno 100 Noção”, a atividade desenvolvida para aqueles que nunca tenham visto ou mesmo utilizado um microprocessador ou um microcontrolador para a produção de algum trabalho artístico. E a “Oficina de Criação/Customização de Pedais e Efeitos”, ministrada por Eric Barbosa, de Fortaleza fornece noções básicas de efeitos sonoros, tais como pedais analógicos e outros, utilizados para concepção de áudios.

 

+ info http://www.festivaldeartedigital.com.br

Deja un comentario