Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte

Fechas
Jueves 18 de octubre ’12 - 13:00 hs.

Belo Horizonte, Brasil. 18 a 23 de outubro de 2012
6ª Cine BH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte
Brasil Cine Mundi – 3rd International Coproduction Meeting
http://www.cinebh.com.br
No Twitter: @universoprod
No Facebook: Universo Produção

Programação Filmes

 

6ª MOSTRA CINEBH COMEÇA COM ESTREIA NACIONAL DO CINE-CONCERTO “O GRIVO TEIA”

Programação traz 126 filmes nacionais e internacionais, retrospectivas de Leos Carax, Nicolas Pereda e do Coletivo mineiro Teia;

3º Brasil CineMundi recebe profissionais da indústria audiovisual mundial para conhecer o cinema brasileiro independente

Começa nesta quinta-feira, 18 de outubro, a temporada cinematográfica na capital mineira – é a 6ª edição da Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte (MostraCineBH) que será inaugurada amanhã, às 20h30, no Grande Teatro do SESC Palladium com homenagem à produtora mineira Teia. Ao longo dos seis dias de evento, o público poderá assistir a 126 filmes nacionais e internacionais, em todos os gêneros e formatos, muitos deles premiados em importantes festivais internacionais e que terão a primeira exibição no Brasil. Toda programação é oferecida gratuitamente ao público.

Para a abertura da 6ª Mostra CineBH, a Teia preparou em parceria com o grupo O Grivo um Cine-Concerto inédito a partir das imagens dos filmes realizados pela produtora nos seus 10 anos de existência. A trilha sonora será executada ao vivo pelo Grivo, parceiro em vários dos trabalhos do coletivo.

O Cine-Concerto “O Grivo Teia” propõe potencializar a diversidade de procedimentos de montagem e terá duração de 35 minutos. “Os filmes escolhidos reúnem, a partir de um determinado tema ou ‘atmosfera’, fragmentos de vários outros filmes. O Grivo está preparando, a partir daí, ideias musicais que partem de uma mesma fonte: uma espécie de metrônomo digital que aciona vários sons via alguns softwares”, adianta Nelson Soares, do O Grivo.

Mantendo o propósito de valorizar os cinemas de bairro,ampliar os espaços de exibição e o acesso do público à sua programação, a Mostra CineBH chega também a duas salas do Usiminas Belas Artes e ao Circuito Cultural Praça da Liberdade, local que será sede do evento, do Brasil CineMundi, de oficinas e debates. Integra também o circuito de exibição do evento o tradicional Cine Humberto Mauro, o SESC Palladium– que receberá a abertura oficial do evento em seu Grande Teatro (plateia 1310 pessoas), além de realizar exibições nacionais e internacionais em sua sala de cinema –, e o Inhotim, que contará com a exibição de filmes temáticos sobre meio-ambiente e artes plásticas, além de ser o anfitrião da comitiva de convidados nacionais e internacionais.

A Mostra CineBH cumpre seu papel de ser instrumento de formação, reflexão, difusão do cinema brasileiro em intercâmbio com o mundo, amplia a rede de contatos e negócios, aproxima profissionais da indústria audiovisual e dá visibilidade para a produção independente”, afirma a coordenadora da Mostra CineBH, Raquel Hallak.

A programação de filmes está dividida em nove mostras temáticas, incluindo três grandes mostras retrospectivas inéditas no Brasil. A primeira será dedicada ao cultuado diretor francês LeosCarax, premiado em festivais como Berlim, Cannes e Locarno. O diretor de Sangue Ruim e Os Amantes da Pont-Neuf terá uma retrospectiva completa em película de seus longas, além de Tokyo! (filme em segmentos dirigido em parceria com Joon-hoBong e Michel Gondry) e sua mais recente produção, o polêmico Holy Motors, seu retorno à direção depois de mais de uma década de silêncio, premiado no último Festival de Cannes.

O mexicano Nicolas Pereda, de apenas 28 anos e sete filmes no seu currículo, incluindo prêmios em Veneza, Locarno, Valdivia, Toulouse e Guadalajara, também terá uma retrospectiva completa e inédita de sua obra, incluindo a exibição em película de seu último filme, Los Mejores Temas, que estreou no último Festival de Locarno. O diretor estará presente à mostra, para discutir com o público o seu processo criativo e as particularidades de sua filmografia.

A produtora mineira Teia, homenageada do evento, contará também com uma retrospectiva–serão exibidos cinco longasrepresentativos da carreira de cada diretor do grupo. Filmes como O Céu Sobre os Ombros (2010), de Sérgio Borges; Balança Mas Não Cai (2012), de Leonardo Barcelos; Girimunho (2011), de Helvécio Marins Jr e Clarissa Campolina; A Falta que me Faz (2009), de Marília Rocha; Acidente (2006), de Pablo Lobato e Cao Guimarães, além de duas sessões com nove dos curtas mais significativosda trajetória da produtora.

Na Mostra Contemporânea, o público poderá conferir o melhor da recente produção brasileira, além dos grandes destaques dos principais festivais de cinema do mundo. Serão ao todo oito longas, dois médias e um curta nessa programação. Entre os brasileiros, os destaques ficam por conta do mais recente filme de Bruno Safadi, Éden, projeto viabilizado graças ao prêmio recebido no último Brasil CineMundi, e O Que Se Move, de Caetano Gotardo, um dos principais destaques do último Festival de Brasília.

Já a programação internacional trará os novos filmes dos mestres Frederick Wiseman (CrazyHorse, selecionado para os Festivais de Londres, Toronto e Nova York) e William Friedkin (Killer Joe, que concorreu ao Leão de Ouro no último Festival de Veneza), além de obras de realizadores como Federico Veiroj (La Vida Util, Melhor Filme do Festival de Havana) e Brillante Mendonza (Em Nome de Deus, concorreu ao Urso de Ouro no último Festival de Berlim).

 

3º BRASIL CINEMUNDI ABRE AS JANELAS DA COPRODUÇÃO INTERNACIONAL

Além da programação de filmes, a MostraCineBH realiza, pelo terceiro ano consecutivo, o BrasilCineMundi, programação que conta com a presença e participação de convidados internacionais, nacionais e representantes da indústria audiovisual mundial. O evento representa uma importante ferramenta de capacitação, formação e treinamento de profissionais da área do audiovisual, visando a inserção da produção independente no mercado internacional, além de contribuir para o desenvolvimento da indústria cinematográfica no Brasil.

O encontro trará a oportunidade de realizadores e do público em geral debaterem com convidados como Isabelle Huige, diretora de programação da Arte France, Thierry Lenouvel, dofundo francês de financiamento de Amiens, e GudulaMeinzolt, do festival suíçoVisions du Réel, além de produtores e realizadores da França, Alemanha, Holanda, Espanha, México, Suíça, Chile, Colômbia, Argentina, EUA e Portugal.

Os encontros abordarão temas como Fundos de Investimento, Estratégias de VendasInternacionais e PromoçãoemFestivais, o Conteúdo Audiovisual para TV, o Desafio da Produção em Curtas e Médias, além dos Diálogos do Brasil com a América Latina e o Mundo. Completando a programação, haverá ainda dois estudos de caso de coproduções recentes bem sucedidas: Tabu, de Miguel Gomes, vencedor do Prêmio da Crítica no último Festival de Berlim e que contará com a participação do produtor brasileiro FabianoGullane e do produtor português Luis Urbano; além do filme Girimunho, de Helvécio Marins Jr e Clarissa Campolina, que terá na mesa, além dos diretores, os produtores brasileiros, alemães, espanhóis e suíços.

Toda programação do evento é oferecida gratuitamente ao público.

Acompanhe a 6ªMostra CineBH e 3º Brasil CineMundi
Na Web:www.cinebh.com.br
No Twitter: @universoprod
No Facebook: Universo Produção

Idealização e realização:Universo Produção
Parceria: Sistema FecomércioMG/Sesc/Senac, Sebrae/MG, Sesi/Fiemg, Circuito Cultural Praça da Liberdade/Governo de Minas
Patrocínio: Contax
Incentivo: Lei Municipal de Incentivo à Cultura

+ info www.cinebh.com.br

Deja un comentario